Acne e alimentação

Acne e alimentação

A acne deixou de ser relacionada a um problema que ocorre apenas durante a adolescência. Não são poucos os números de adultos que buscam por ajuda em decorrência do aparecimento ou prevalência de cravos e espinhas após a faixa etária dos 25 anos. Embora alguns não levem em consideração, a alimentação inadequada pode agravar o surgimento de acne na fase adulta.
Os alimentos industrializados são os principais vilões da aparência da pele, pois contêm altos níveis de corantes, aromatizantes e, principalmente, açúcares que inflamam as células.

Quando a alimentação é muito gordurosa e rica em carboidratos simples como farinhas, pães e biscoitos, as glândulas sebáceas produzem mais sebo e os poros tendem a ficar entupidos mais facilmente. O leite e seus derivados são outros alimentos que, ingeridos em excesso, podem afetar a pele. Eles possuem uma grande quantidade de hormônios em sua composição que eleva a produção de sebo nas glândulas da pele.

Por isso, durante o tratamento da acne, além do uso dos produtos cosméticos específicos, também é importante beber água e melhorar a alimentação, o que auxilia na eliminação das toxinas presentes no organismo e melhora a saúde da pele.
Para melhora do quadro de acne é indicado evitar a ingestão de leite e consumir alimentos de baixo índice glicêmico, além disso, a alimentação deve ser restrita para alimentos industrializados e refinados, ricos em gorduras hidrogenadas, sódio e açúcares, que aumentam o processo inflamatório do organismo. Uma alimentação anti-inflamatória e antioxidante é fundamental para auxiliar na prevenção e tratamento.
Nutrientes e alimentos anti acne:
• Peixes de água fria: como salmão, atum e sardinha, pois são ricos em ômega-3, que possui ação anti-inflamatória. Caso o consumo alimentar seja insuficiente, o uso de suplementos em cápsulas pode ser indicado.
• Vitamina A: presente em alimentos de coloração alaranjadas, como cenoura, mamão e abóbora, e em vegetais verde-escuros, como espinafre.
• Zinco: para acne é um dos nutrientes mais indicados. Pode ser obtido em sementes e oleaginosas e carnes, contribuindo para o controle das bactérias que podem causar infecção na pele.
• Vitaminas antioxidantes: como as vitamina C e vitamina E, ajudam a combater os radicais livres decorrentes do processo inflamatório. As principais fontes alimentares de vitamina C são as frutas cítricas, já a vitamina E está presente nos óleos vegetais, oleaginosas, sementes, abacate e ovos, principalmente na gema.
***Com informações de + tuasaude e natue life

You must be logged in to post a comment.