Sal x Sódio: Entenda a diferença

Sal x Sódio: Entenda a diferença

Muita gente costuma pensar que o sal e o sódio são a mesma coisa. Não são!
O sal de cozinha é um alimento, considerado um tempero. Atualmente é mais usado para realçar o sabor dos alimentos.

Contudo, até o início do século XX, ele era mais utilizado na conservação dos alimentos. Nessa época, sua importância era tão estratégica, que ele era usado como forma de pagamento durante o período romano, dando origem a palavra salário.

Já o sódio é um mineral contido no sal. Então, ao ingerir sal, já estamos, automaticamente, consumindo uma porção de sódio.

Em quantidade moderada, o sódio é fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo, pois ajuda a balancear os fluidos celulares e extracelulares, age na difusão dos impulsos nervosos pelo corpo, entre outras funções.

Sua deficiência pode causar apatia, cefaleia, hipotensão, taquicardia e alucinações. Contudo, em demasia, o sódio é um perigo para saúde, pois pode elevar o risco de hipertensão, doenças cardiovasculares, edemas e perda de cálcio na urina.

Vale ressaltar que a hipertensão é um dos principais causadores de enfartes, derrame e outras doenças que afetam o coração ou vasos sanguíneos, que são responsáveis pela morte de cerca de 17 milhões de pessoas por ano no mundo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), orienta que a quantidade diária a ser consumida é de no máximo 5 gr de sal e 2 gr de sódio por dia. Infelizmente, pesquisas apontam que, no Brasil, o consumo médio está entre 9 e 12 gr de sal por dia, muito além do recomendado.

Vale ficar de olho na quantidade de sal e sódio que consumimos, ‘‘maneirar’’ ao adicionar sal em nossas preparações culinárias e sempre verificar os rótulos dos alimentos industrializados, mesmo os doces, pois costumam ter quantidades de sódio consideráveis.

*com informações de Estadão, Corpo a Corpo, Mulher e Vix

You must be logged in to post a comment.